sexta-feira, novembro 11, 2005

Com isso encerra a minha fala.

Poxa, já tinha considerado minha noite encerrada até que, fuçando num blog de um amigo, li algo do arquivo que me maravilhou. Foi postado por Ândi Garcia (preciso esclarecer que não é o ator?) no blog Mondo Redondo, onde o ilústre violonista-guitarrista-compositor-escritor-stand up comedy-sex symbol Márcio Silva também escreve. O texto foi publicado no ano passado, em 6 de junho. Tão bonito que merecia um espacinho nessa minha casa. Tão harmônico que fica hoje como uma oração antes de ir para a cama.

Encerra em mim sua fala

Encerra em mim sua fala.

Cala em minha boca e despeja
o perfume de rosa que exala
a alguém que muito deseja.

Dispa seu ombro, seu seio,
e toda a veste derrama.
Desata seu nobre anseio.
Mata sua sede de cama.

Confia seu dorso a meu braço.
Cola em meu colo sua tez.
Reduza entre nós o espaço
e aqueça ao calor da nudez.

Não reprima seu gemido,
mas deixa-o me revelar
todo o gozo sentido
no ápice do amar.

http://www.mondoredondo.com.br/posts_mondano.php?mondano=1#25

Um comentário:

Anderson disse...

Uau! que honra! :O

Muitíssimo obrigado pelas palavras, pelo elogio ao texto, e pela "publicidade". :D

Mas fazer uma oração dessas antes de ir pra cama.. putz, é perigoso demaaais. :D

Adorei o "ilústre violonista-guitarrista-compositor-escritor-stand up comedy-sex symbol Márcio Silva". Hahahaha

Beijo