sexta-feira, julho 11, 2008

Problemas urbanos ?

Flamenguistas.
Agora a filha e neta de rubro-negros aqui se complicou. Não, não tenho nada contra o time em si, nem estou afirmando nada, só levantando uma questão (notaram o ponto de interrogação no título?). Mas eu ando reparando que seus torcedores assumem posturas odiosas, como se as cores do clube dessem licença para abusos.
Aliás, outro dia fui ao mercado com ele. Enquanto ele pegava frutas, fui comprar carne. Chegando lá, havia três caboclos. Um deles comentou em voz alta:
— Não, essa aí tem cara de flamenguista. Alta, morena, bonita, magra. Só pode ser flamenguista.
Então eu, que tenho essa condição de ser eu, com um pedaço de alcatra na mão, respondi:
— Engraçado, eu ia dizer o mesmo de você, por ser feio, atarracado, abusado e burro.
Mas quem nunca viu dentro do bar, passando aquela partida do Malutron contra Pato Branco, quando qualquer um ali faz um gol e a torcida comemora, levanta logo um para gritar "Meeeeengoooo!!!" Parece que esqueceram de avisar ao tapado que seu time não está no jogo e que nenhum dos jogadores marcou ponto.
Mas o pior mesmo foi como no caso do jogo do Fluminense contra o LDU. As pessoas comemoraram a derrota do tricolor, esquecendo que o título foi para... (De onde é o LDU, mesmo? Isso que dá eu me meter a falar de futebol). Enfim, ainda fizeram bandeiras com os escudos do time que foi campeão da Libertadores (pasmem, eu sei qual título estava em jogo!!) e do time da Gávea, como se tivesse sido um trabalho em conjunto.
Bom, mas até aí, tudo bem. É o mundo do futebol, eu não me meto, não diz respeito a mim mesmo.
O problema, como eu falei acima, é usar as cores como licença para fazer besteira. E tenho reparado tanto nisso se repetindo que, no final de semana, ao ser fechada por um carro, falei tranqüila:
— Isso, flamenguista, pode passar.
Os quem estavam dentro do carro riram, mas riram mais ao notar o adesivo escrito RAÇA colado na traseira, confirmando o tiro cego que foi meu comentário.
O engraçado é que dificilmente algo vai acontecer para derrubar essa minha impressão, já que, por probabilidade, as chances de alguém que faz besteira se enquadrar nesta categoria são altas, mais de 50% da torcida se diz urubu.

5 comentários:

Criptor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
xistosa - (josé torres) disse...

É! De futebol no Brasil, nada percebo ou entendo.
Bom mesmo é o que ganha, como quando eu era miúdo ... mas não sei como fui parar Belenenses que não ganha nada.
Dá pra entender?

xistosa - (josé torres) disse...

Kath

Agora que ninguém nos ouve e vê, qual é o time do Criptor.
Sei que é verde ... (É o Verdão!??)
Será o Palmeiras?

E o da Kath???

xistosa - (josé torres) disse...

Pronto.
Já ouvi que não querem dizer.

Eu assumo. Desde miúdo que gosto do Santos.
É de S. Paulo?, (Sampa?)

Mas quem não nasce num local, pode mudar.

Em miúdo ouvia falar do Pelé ...
Todos temos os nossos deuses ...
Nem digo mais.
Pois nem sei a cor do Santos.

Sei que o Criptor é da cor dos coentros frescos ... faz bem, porque são saborosos e imprescidíveis!

Já escrevi demais?
Desculpem!

Zé Carlos disse...

Flamengo muito mais que um time uma religião. Me arremata em segundos e meu coração: Transborda na alegria de um gol.