domingo, novembro 02, 2008

A melhor defesa

Uma outra revista super velha disse que a Natureza, genial que só, dotou os bebês de qualquer espécie com um mecanismo de defesa: aquelas caras fofíssimas que qualquer filhote tem. Ao olharmos para essa pequenas criaturinhas, temos um impulso de ampará-los.
Lembrei disso quando, depois de quase um mês grasnando para a nova mamãe, sua irmã não resistiu ao ver a ninhada de perto. Os ruídos de "afaste-se" se calaram assim que um deles esticou o focinho rosa em direção a ela. Foi instantâneo, ela esticou o pescoço em direção ao seu sobrinho, lambeu-o como se fosse seu. Depois até mesmo carregou um deles para o seu cantinho favorito, recolhido e escuro, como se fosse uma leoa da Savana.
O que a revista velha não disse é que o âmbito deste mecanismo fabuloso funciona vai além da própria espécie de cada indivíduo. E que filhotes sabem sempre jogar muito sujo e baixo: miam quando eu passo e não paro, correm para mim no seu passinho trôpego, esfregam o focinho na minha pele enquanto cerram os olhos e sabem sentar e te encarar da maneira mais singela que existe.

2 comentários:

Criptor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beluga disse...

Só Shrek?
Procure um artigo chamado "uma homenagem biológica a Mickey Mouse" e vc vai descobrir que até Mauricio de Souza utiliza tal técnica!!!