sábado, julho 04, 2009

Natureza humana

Outro dia, na casa do Chato-pai, ele me disse que o Michael Jackson havia morrido. Achei que era piada, se até hoje Elvis não morreu, por favor, não vamos sequer começar com essa história com o rei do pop.
Sempre o considerei um grande artista, definitivamente um divisor de águas da música pop; que cada vez que um artista como o Usher se erguia e era eleito o cara da vez por um VMA, só reforçava que a linguagem criada por sucessos como Thriller sempre continua atual.
Achei, também, lamentável tudo que aconteceu na sua vida pessoal, todas as acusações de pedofilia que caíram sobre ele e as esquisitices que lhes eram próprias. Se por um lado ele agiu e deu motivos de sobra para se tornar esta figura indecifrável, e isto ficou marcado em seu rosto e sua pele; por outro lado, a mídia foi voraz por bizarrices e ângulos, na velha regra de que escândalos vendem; o ibope da novela das oito sempre se esbalda nisso.
Longe de dizer que ele era inocente (afinal, não tenho poder ou ciência para esse julgamento), acho que ele foi mais alvo de má fé das pessoas do que outras coisas, como por exemplo acusações de abuso sexual a menores que apareceram com anos de atraso, só depois que ele parava de bancar tratamentos contra o câncer para conter gastos; fora as inúmeras mães que continuavam a mandar seus filhos para Neverland, mesmo depois que os escândalos já tinham sido montados.
Mas eu acho tudo muito curioso e engraçado. Se por anos a fio, ele viveu sob o estigma de molestador, agora, depois da sua morte, é tratado como santo; até voltou para os primeiros lugares das paradas musicais. Talvez agora, depois de morto, ele consiga saldar as suas dívidas de US$ 400 mi.
Quem diria que a regra do construtor de pontes tem sua ressalva?

3 comentários:

Criptor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu disse...

cada dia percebo como minhas informações sobre celebridades estão desatualizadas...

lulu! disse...

eu falo que o ser humano é uma $%¨$%¨#. tem gente que acha que eu exagero.

minha teoria é a do EMA-EMA + ADO-AADO.

sem mais.