domingo, outubro 31, 2010

5

Hoje faz cinco anos que eu estava sentada em casa, cheia de coisa para falar e sem ninguém para escutar. E foi daí que veio o start para começar essa coisinha aqui. Com o tempo, parece que cada vez há menos palavras para lançar sobre esta data, o que não é um problema, afinal, é só uma data sobre um bloguizinho, oras, eu que não deveria ficar fazendo tanto vento sobre isso. Mas acontece que eu tenho um carinho especial por aqui, este ponto bem no meio do lugar nenhum; natural, depois de considerável energia investida, ainda mais vendo a reação dos fãs. E não é pretensão nenhuma falar de fãs, já disse, se alguém volta aqui recorrentemente, mesmo que em intervalos espaçados, só pode, no mínimo, gostar mesmo. Chegando ao dia de hoje, há uma sensação muito boa dentro de mim, em especial porque não há muito, me perguntei se já não era hora de fechar as portas e janelas do meu Casa de vez, dado o longo intervalo que se abria entre uma publicação e outra. Só que volto a ter prazer de escrever aqui, parece que aquele músculo que me fazia ficar farejando linhas e marinando idéias volta, gradualmente, à ativa. Penso que isto esteja atrelado à maré que me trouxe DMB. Curioso como quando fazemos grandes e boas mudanças nas nossas vidas, nunca sabemos para que lados elas se abrirão; fico feliz que tenha chegado até essas paredes daqui.
Muitas felicidades. Muitos anos de vida.

2 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Não se pode esmorecer.
Passei uns tempos muito maus.
Bati no fundo, mas voltei à tona da vida.
Por vezes é impossível fazer visitas diárias.
São muito "amigos" e o relógio não pára.
Gosto de ler e imiscuir-me no "pensamento" de quem escreve.
Só assim é que comento.
Chegar e dizer que "sim, que gostei" que é "muito bonito" ou outras frase, é enganar quem faz o post e enganar-se a ele próprio.
Não comentei, mas estive a ouvir o Chico Buarque e a minha "amante" brasileira, a grande Elis Regina". Pena que nunca mais a possa ouvir ao natural.
E essas ideias "suicidas" de acabar com a "Casa", que se percam no alvoroço do dia a dia.

Sinceros cumprimentos.

金卡AlvaroCastroJr. disse...

Voto aqui no Brasil não anda valendo muita coisa, mas o meu é pelo renascimento do Casa 101, cada dia mais criativo, nos brindando constantemente com os pensamentos livres de uma mente única.