quarta-feira, outubro 15, 2008

Dia do professor

Chato-pai tá longe-muito-longe, mas não deixou de visitar o meu Casa para saber o que eu penso, do que eu reclamo e que eu quero. Ele até veio me dar bronca por isso.
— Bom ler seu blog para saber o que você pensa, o que você acha do seu pai.
— Balela, pai, você sempre soube o que acho de você.
Mas já que ele gosta de levar meu blog tão a sério assim, hoje, vou mandar um beijo à distância para um grande professor, que tive o privilégio de ter como meu primeiro mestre. Por mais que eu encontre pessoas magníficas pela vida que me ensinam coisas maravilhosas, eu nada seria sem a direção e os ensinamentos do meu Amado-pai.
Por mais vento frio que haja por aí, que você receba meu beijinho caloroso.
E saudações a todos aqueles que nos ensinam sempre. Lembrem-se, se podem ler isto, vocês sabem o valor que um professor tem.

Um comentário:

xistosa - (josé torres) disse...

Nem todos sabem ...
Deste lado do mar ... uma ministra arruinou um trabalho que estava mal feito, mas não é destruíndo tudo, tipo "terra queimada", que se ergue e ganha a confiança dos professores.
Por isso quem pode, reforma-se e para muitos, essa é a razão de viverem.

Não sei quando a filha do pai-professor faz, (ou fez) anos, (nem está em causa tal, mas envio um sincero voto que sejam multiplicados por longos anos e com a felicidade que desejo para mim.

E como dizem aqui numa região:
Um "bem haja" para os professores!!!